O que é Termografia

A Termografia é o método mais avançado de testes não destrutivos existente. O uso de um conjunto de instrumentos sensíveis à radiação infravermelho – termovisores e radiômetros – permite visualizar o perfil térmico e medir as variações de calor emitido pelas diversas regiões da superfície de um corpo sem a necessidade de contato físico com o mesmo.

Desta maneira, podemos formar uma imagem térmica (termograma) no momento da inspeção, para análise e correção do problema.

É importante ressaltar que a Termografia é realizada com os equipamentos e sistemas em pleno funcionamento, de preferência nos períodos de maior demanda, quando os pontos deficientes tornam-se mais evidentes, possibilitando a formação do perfil térmico dos equipamentos e componentes nas condições normais de funcionamento no momento da inspeção.

O processo é executado com a emissão de laudos técnicos indicando as distorções operacionais e suas respectivas ações corretivas, ilustrados com os respectivos termogramas e registros fotográficos dos pontos de calor excessivo.

Durante a inspeção termográfica é adotado o seguinte procedimento:

· Varredura qualitativa das instalações, com o Termovisor, para formar a imagem térmica do equipamento analisado, detectando pontos quentes;

· Medição de temperatura dos pontos relevantes com radiômetro (termômetro infravermelho);

· Confecção de fotografias reais digitais e de termogramas digitais (imagens térmicas) para a localização e registro dos pontos relevantes e posterior apresentação em CD no formato Word – Windows

QUAL É SUA ÁREA DE ATUAÇÃO ?

Instalações elétricas – industriais, comerciais e residenciais.

As instalações elétricas de qualquer natureza estão sujeitas à sobrecarga, desbalanceamento de fases e mau contato que apresentam como efeitos a geração de calor. Interrupções de fornecimento de energia ou mesmo acidentes mais graves como incêndios, são sinistros em geral não detectados por procedimentos usuais, mas podem ser detectados através de levantamentos periódicos do perfil térmico das instalações de alta, média e baixa tensão.

A Termografia aplicada desde a subestação ou cabine de entrada até as instalações secundárias e ramais em geral, revela e localiza os pontos críticos, indicando os componentes e equipamentos com aquecimento fora do normal. O relatório técnico fornecido ao cliente aponta, de forma simples, clara e sucinta o estado térmico das instalações elétricas e sugere ações corretivas, possibilitando a correção dos defeitos reais ou potenciais antes que venham a causar acidentes (conceitos de manutenção preditiva e proativa).

PRINCIPAIS APLICAÇÕES

Instalações elétricas em geral

Transformadores, conexões de banco de capacitores, bases fusíveis e conexões de cabos e barras coletoras, relés, disjuntores e contatores, medidores elétricos etc.

Motores elétricos

Comparação de temperaturas dos rolamentos, caixas de conexões, escovas, anéis e comutadores.